Compartilhe esta página
com seus amigos

Prefeitura de Pelotas

Notícias

27 Fev 2015 03:52   Redator(a): Shana Dockendorff MTB: 14157

O Barro e o sangue negro no samba da Academia

A- A A+

         Com 700 integrantes, divididos em dez alas, a Academia do Samba foi a única escola do Grupo Especial a desfilar devidamente montada neste Carnaval. Mesmo com todas as dificuldades e problemas enfrentados pelas entidades neste ano, a escola trouxe para a passarela "O barro e o sangue – o outro lado da história", com muito cor, história e força.

         A vida do negro, desde a escravatura até os dias atuais, foi cantada com o objetivo de valorizar a raça dentro da cultura pelotense. “A contribuição do charque, a importância dos doces e os belos casarões históricos são sempre lembrados, mas quem os construiu geralmente é omitido”, era disso que tratava a apresentação da entidade contada antes do desfile.

          A importância do Carnaval para os pelotenses foi um dos impulsos da diretoria da Academia do Samba para não deixar de estar presente, na passarela. “Este desfile foi criado para não deixar morrer a chama que existe em cada um de nós” enfatizou Otávio Peres, um dos diretores da agremiação.

         A Academia encerrou as atividades da primeira noite do Carnaval Pelotas 2015, que retorna nesta sexta-feira a partir das 19h, na Cidade do Samba, com as apresentações do Ninho de Pardal e da Velha Guarda da Confraria do Samba.

Boletim de Notícias

Cadastre seu e-mail e receba diariamente o boletim de notícias da Assessoria de Comunicação

Prefeitura Municipal de Pelotas - Praça Cel. Pedro Osório, nº 101, Centro - Tel.: (53) 3309-6000
©2017 Desenvolvido pela Coinpel