Compartilhe esta página
com seus amigos

Prefeitura de Pelotas

Notícias

20 Abr 2017 14:21   Redator(a): Camila Faraco

Licitação de placas turísticas inclui confecção e instalação

A- A A+

          A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sdet) e a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) informam sobre os custos da licitação de tomada de preços da sinalização turística em Pelotas. Serão 88 placas para orientação de pedestres e condutores de veículos cujo valor máximo pode chegar a R$ 542.483,46. Essa é uma verba do Ministério do Turismo - designada para este fim – e sem contrapartida do município.

          “Estamos fazendo uma total reestruturação da sinalização turística de Pelotas. Corremos atrás do recurso, encomendamos o projeto, foi aprovado pela Caixa Econômica Federal e agora aguardamos a licitação”, explicou o titular da Sdet, Fernando Estima.

          O principal gasto será com os suportes para fixação das placas: no máximo R$ 327.922,79. Atualmente, a maioria das placas está fixada em postes de luz. Com o novo projeto, as placas terão postes próprios, com material resistente à umidade e ao vento. “Hoje, cerca de 30% das placas estão caindo ou tortas, o que muda totalmente a rota e o destino. Isso acontece por causa do suporte frágil, o que será corrigido com a licitação”, disse o secretário. Além disso, os suportes terão altura superior a dos atuais, para evitar o atrito com fios de alta tensão e caminhões de grande porte, como tem acontecido principalmente na zona norte.

          O segundo maior gasto é com a instalação, que inclui escavação, lançamento de concreto, reconstrução de calçadas e limpeza final, que pode chegar a até R$ 35.343,90.

          A retirada de parte das placas existentes, para dar lugar às novas, está orçada em R$ 9.539,28. Essas unidades serão recuperadas pela prefeitura e realocadas em locais como a Colônia.

          As placas em si têm valores diferentes: as doze unidades destinadas à orientação de pedestres, com textos, imagens e mapas dos pontos turísticos, confeccionadas em chapa de alumínio, medindo 125 cm por 70 cm, estão orçadas em R$ 38.636,88. Portanto, cada uma custaria R$ 3.219,74. Já as 76 de orientação aos motoristas, com indicações de destinos, em chapas de aço carbono, que podem chegar a 2,5 m por 1,2 m, estão orçadas a R$ 131.040,61. Cada uma custaria R$ 1.724.

          A abertura dos envelopes da licitação está marcada para o dia 4 de maio, às 14h, na sede da Seplag (avenida Ferreira Viana, 1.135). O edital da licitação pode ser acessado no link https://goo.gl/pA4PWy. A instalação das placas está prevista para ocorrer três meses após a contratação da empresa e ordem de início da obra.

         O projeto

         O projeto encomendado pela Sdet para a instalação das placas foi realizado pela empresa Sinalvias – Sinalizadora Viária Ltda, com base no Guia Brasileiro de Sinalização Turística, com levantamento de fluxo de trânsito, visibilidade, identificação e detalhamento gráfico.

          O recurso

          Os municípios gaúchos Pelotas, Jaguarão e São Miguel das Missões foram selecionados pelo Ministério do Turismo para receber R$ 1,35 milhão para sinalização turística, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento do Turismo (PAC). O fomento atende a necessidade de melhorar o nível de informação prestada ao turista nacional e internacional, que segundo pesquisas realizadas pelo Ministério, têm avaliado negativamente a sinalização.

Boletim de Notícias

Cadastre seu e-mail e receba diariamente o boletim de notícias da Assessoria de Comunicação

Prefeitura Municipal de Pelotas - Praça Cel. Pedro Osório, nº 101, Centro - Tel.: (53) 3309-6000
©2017 Desenvolvido pela Coinpel