Autoclave - Lixo Hospitalar

 

Em 2002, o SANEP promoveu licitação para a contratação de uma empresa que será responsável pela coleta de lixo na cidade pelo período de 48 meses. Além da coleta e destinação do lixo até o aterro o contrato preve o tratamento dos Resíduos Sólidos do Serviço Saúde (RSSS) produzidos na cidade.

Os resíduos são recolhidos por caminhões específicos e embalados em sacos brancos leitosos conforme as normas ambientais.

O tratamento é feito através de um Autoclave, equipamento que desinfecta os resíduos através de vapor saturado em altas pressões e vácuo, tornando-os inertes. Este processo transforma o resíduo infectado em resíduo comum, podendo ser direcionado para os aterros sanitários, junto com os demais resíduos.

Autoclave

A operação é absolutamente limpa e sem risco de contaminação ambiental, sendo menos onerosa do que outros processos de tratamento existentes, como a incineração por exemplo.

O ciclo completo de tratamento da máquina é em torno de 35 a 40 minutos.

Junto ao Autoclave foi instalado um desintegrador de resíduos, para que os mesmos possam ser descaracterizados e ter o seu volume reduzido ao serem dispostos no aterro sanitário.

Em Pelotas são recolhidos e tratados 35 toneladas por mes de lixo hospitalar.

Operação do Autoclave